Ciclo de cursos, encontros, exposições e apresentações organizado por Sergio e Elisa Fingermann no espaço cultural Contraponto reúne artistas, filósofos, psicanalistas e críticos literários.

 

Se, como dizia Jean-Paul Sartre, “o inferno são os outros”, é preciso – e até mesmo urgente – inventar outros modos de existir juntos. Com este desafio (esta necessidade) em mente, o artista plástico Sergio Fingermann e a artista e pesquisadora Elisa Fingermann, à frente do Espaço Cultural Contraponto, propõem ao público uma série de cursos, encontros, exposições e apresentações que objetivam criar espaços de troca entre público, convidados e o próprio entorno do espaço.

Criado há 12 anos e sediado na Vila Madalena, o Contraponto abre suas portas em 2017 com uma programação repleta de atividades. Intitulada Entre (injunção, convite, mas também indicação de algo que está no meio de dois polos), a programação divide-se em três eixos:

ENTREATOS, coordenado pela psicanalista Dominique Fingermann, se articulará em torno das relações entre o desejo na psicanálise e na música (15/03), na literatura (18/04), na poesia (17/05) e na filosofia (14/06), tendo as presenças confirmadas dos professores e pesquisadores Mauricio Ayer (março), Yudith Rosenbaum (abril), Roberto Zular (maio) e Vladimir Safatle (junho).

ENTRETANTOS, com curadoria de Sergio Fingermann, propõe três encontros entre expoentes das artes visuais. Entrechoques (28/03) promove um debate entre artistas com distintas poéticas e terá a participação de Paulo Pasta; Entre ditos (10/05) traz uma conversa sobre ensino e transmissão, e contará com a presença de Regina Silveira; e, por fim, o bem-humorado Entre Sergios (31/05), que reunirá os artistas plásticos Sergio Sister, Sergio Lucena, Sergio Romagnolo e Sergio Fingermann, para um divertido bate-papo sobre suas visões sobre arte contemporânea.

ENTRELAÇOS, sob a coordenação de Paulinho Faria e Elisa Fingermann, constitui-se de oficinas que visam à criação de um espaço de pesquisa teatral. Entre corpos (21, 22 e 23/04) propõe um treinamento corporal para atores a partir das artes marciais e dos fundamentos do teatro físico de Jacques Lecoq, e Entre olhares (15, 16, 17 e 18/06) é um treinamento intensivo de máscara neutra.

Acontecerá ainda no espaço no sábado, 11/03/2017, a partir das 17h00, uma festa de lançamento, com projeção do documentário/curta-metragem Sergio Fingermann: Se noite fosse água, dirigido por Marco Aslan sobre a obra do artista, e a exposição Entre tantos, alguns, com participação de Arnaldo Pappalardo, Cristiano Mascaro, Sergio Fingermann, Marcelo Greco e Fernando Vilela.

Entre é um convite para a construção coletiva de um espaço de trocas, de um aprofundamento em questões que interessem a todos e, principalmente, no cruzamento, naquilo que se encontra entre nós, nas pontes, nas portas, nas redes. As lacunas desta programação funcionam também com uma convocação à participação do público, um convite à entrada: ENTRE.