Artes plásticas/Exposição

O TEATRO DO MUNDO, exposição de Sergio Fingermann

  • "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
    "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
  • "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
    "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
  • "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
    "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
  • "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
    "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
  • "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
    "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
  • "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
    "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
  • "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)
    "O teatro do mundo", de Sergio Fingermann (2005)

 

A exposição reuniu 35 obras sobre papel, executadas em diversas técnicas (pintura, desenho, gravura e colagem) do pintor Sérgio Fingermann. Estes trabalhos guardavam estreita relação com a música: o “silêncio” branco e opaco do papel é quebrado pela presença de pequenos signos, traços, manchas. Surgem ainda, como provocações poéticas, palavras soltas que dançam nestes espaços. O conjunto destas obras torna possível a visão, a escuta (como na música de câmara) do que é mais sutil, mais delicado, mais silencioso. O percurso artístico de Sérgio Fingermann é marcado por um forte compromisso com as questões da transmissão da arte, o que pode ser conferido em seu livro Fragmentos de um dia extenso (Editora BEI, 2001), no qual são colocadas questões que fundam o fazer da pintura e que também estão presentes no álbum que o artista lançará na exposição, com textos e gravuras reunidos sob o título de Teatro do Mundo, que dá nome à exposição.